“Crime e Castigo na obra de Camilo Castelo Branco” lançado em Vila Nova de Famalicão

O 13º volume da colecção “Estudos Camilianos” foi apresentado na passada Segunda-feira. Sérgio Guimarães de Sousa e João Paulo Braga são os organizadores desta monografia, dedicada ao tema “Crime e Castigo na obra de Camilo Castelo Branco”.

Por Ana Sofia Melo.

De acordo com uma nota introdutória escrita pelo director do Centro de Estudos Camilianos (CEC), José Manuel de Oliveira, os ensaios contidos nesta obra “demonstram a complexidade, a profundidade e a riqueza da problemática do bem e do mal, do crime e do castigo no autor de Anátema”. Vasta é a galeria de criminosos e degenerados em Camilo, inúmeros são as personagens brutais e desonestas, com tendências criminosas e instintos predadores. E as motivações do crime não se esgotam em questões sentimentais”, acrescenta.

João Paulo Braga é professor de Português no Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco de Vila Nova de Famalicão e Sérgio Guimarães de Sousa é professor de Literatura Portuguesa no Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho. Ambos são conhecidos pela realização de encontros em torno da obra de Camilo no CEC, em Famalicão.