Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor afectado pelo Coronavírus

O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor celebrou-se nesta Quinta-feira. Envolto em restrições devido à pandemia de Covid-19, a data foi assinalada online, entre lançamentos, promoções e apelo à participação dos leitores de todo o país em várias iniciativas.

Por Oriana da Cunha

As editoras Antígona e Orfeu Negro lançaram juntas a campanha “Adopta uma livraria”. Ao longo de dez dias, os leitores foram convidados a encomendar livros através daquelas editoras. 30 por cento do valor das vendas reverteu para uma livraria especifica, entre dez escolhidas, uma para cada um dos dias.

Outra das várias iniciativas em destaque foi a criação de uma imagem oficial do Dia Mundial do Livro, para a qual foi convidada a ilustradora Mariana Rio. A artista plástica desenhou uma ilustração onde são retratadas duas pessoas a conversarem. Numa espécie de radiografia ao corpo, percebe-se que também são feitos de livros.

O Dia Mundial do Livro é comemorado desde 1996, por decisão da UNESCO, no dia 23 de abril. A data coincide com o desaparecimento de grandes escritores como Miguel de Cervantes e William Shakespeare.