Jacqueline Woodson ganha prémio Hans Christian Andersen

Jacqueline Woodson ganhou o prémio Hans Christian Andersen graças a “Brown Girl Dreaming”, a sua mais recente obra voltada para o público juvenil. Os vencedores do prémio literário foram anunciados nesta Segunda-feira.

Por Ana Sofia Melo.

Nascida em Columbus, no estado norte-americano do Ohio a 12 de Fevereiro de 1963, Woodson acabaria por viver e mais do que um estado, como relata na novela que lhe valeu o prémio Andersen. O seu trabalho inicial ligado ás escolas levou-a a seguir a postar na literatura infanto-juvenil, publicando “Last Summer with Maizon” em 1990.

O prémio Hans Christian Andersen

O prémio Hans Christian Andersen foi criado em 1954 pelo Conselho Internacional de Literatura para os Jovens, com o nome do autor de “A Pequena Sereia” e “O Patinho Feio”. Um escritor e um ilustrador são galardoados todos os anos pelo prémio mais conceituado da literatura infanto-juvenil.