Nova linha de apoio a artistas criada pela Câmara Municipal de Lisboa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Fernando Medina, anunciou o alargamento do apoio às entidades culturais aos artistas que não beneficiem de qualquer apoio municipal. O autarca insere esta medida num conjunto de diligências para apoio a famílias e actividades económicas da face à pandemia do Covid-19.

Por Maimuna Cá.

Foto: Cristina Bernardo/Jornal Económico

Numa conferência de imprensa por videoconferência, o Presidente da Câmara da capital mostrou-se preocupado com a situação dos artistas que “se encontram em trabalho independente ou autónomo“. O autarca assegurou “em caso de necessidade em linha específica dentro do fundo de emergência” a todos os criadores.

A CML pretende ainda “reforçar o fundo de aquisições, seja nas artes plásticas, quer alargando ao sector do livro e também da arte pública“, afirma Fernando Medina.