“O Menir de Ouro”: a obra póstuma de Goscinny e Uderzo

A edição impressa de “O Menir de Ouro” foi anunciado após um mês da morte de Albert Uderzo. Adaptada de um audio-livro publicado pelo ilustrador e por René Goscinny, a obra póstuma dos pais de “Astérix, o gaulês” será lançada a 21 de Outubro de 2020.

Por Oriana da Cunha

O protagonista de “Le Menhir d’or” não é Astérix nem o seu companheiro Obélix, mas Assurancetourix. O bardo da única aldeia gaulesa não conquistada por Roma entra num concurso de canto para vencer o primeiro prémio: um menir de ouro.

Albert Uderzo supervisionou a adaptação antes de morrer. Em declarações ao Le jornal du Dimanche, o cartunista afirmou “ter um grande prazer em mergulhar de novo numa história que tinha mais de 50 anos”. “O ménir de ouro é o terceiro audio-livro da dupla francesa a ser transposto para álbum impresso, após “Como Obélix Caiu no Caldeirão do Druida Quando Era Pequeno”, “Os XII Trabalhos de Astérix” e “Astérix – O Segredo da Poção Mágica”.