Museu Dolores Olmedo e o autorretrato de Frida Kahlo

A pandemia do Covid-19 teve um impacto considerável na indústria cultural. Os museus foram um dos sectores mais afectados. Contudo, a possibilidade de visitar as exposições através da Internet viria a surgir como uma solução. Foi o caso da exposição “Me pinto a mi misma” de Frida Kahlo, no Museu Dolores Olmedo na Cidade do México.

Por Ana Sofia Melo

A exposição representa “um convite a identificar Frida, a pintora, além da figura icônica, e entender o caminho que a levou a se tornar um símbolo da arte mexicana no mundo.” As obra expostas destacam três géneros de ilustração: retratos, autorretratos e natureza-morta. O espólio inclui pinturas criadas entre 1926 e 1957.

As visitas virtuais aos museus foram uma alternativa usada em todo o Mundo. O Google Arts and Culture é a plataforma mais frequente. A visualização virtual das exposições já havia sido usada por instituições como o Louvre ou o Smithsonian, embora fosse uma opção e não uma solução para um problema.